Guitarras de Fado


Na segunda metade do século XIX, surge em Lisboa, embalado nas correntes do romantismo, uma melopeia que tanto exprimia a tristeza unânime de um povo e a desilusão deste para com o ambiente instável em que vivia, como abria faróis de esperança sobre o quotidiano das gentes mais desfavorecidas e, mais tarde, penetrava ainda nos salões da aristocracia, tornando-se rapidamente uma expressão musical nacional.

O fado moderno iniciou-se e teve o seu apogeu com Amália Rodrigues. Foi ela quem popularizou fados com letras de grandes poetas, como Luís de Camões, José Régio, Pedro Homem de Mello, Alexandre O’Neill, David Mourão-Ferreira, José Carlos Ary dos Santos entre outros. A UNESCO distingue em 2011 o fado enquanto tradição e expressão da identidade da cultura do país.


Informamos que as fotos publicitadas no website poderão não corresponder ao aspeto do instrumento em questão adquirido, principalmente na textura das madeiras.

Reservamo-nos aos direitos da possibilidade de, sem aviso prévio, alterar especificações dos instrumentos, sendo que, estas apenas serão praticadas com o intuito de melhorar a qualidade dos mesmos.